.

Notícia: Campanha de Vacinação contra Gripe percorre as subseções da OAB-SP; confira o cronograma

Terça-Feira, 10 de Abril de 2018

Campanha de Vacinação contra Gripe percorre as subseções da OAB-SP; confira o cronograma

(matéria atualizada em 23/04, às 17h35)

 

Começou a Campanha CAASP de Vacinação contra Gripe 2018. A exemplo das edições anteriores, a ação é itinerante, percorrendo todas as subseções da OAB-SP. As guias de participação podem ser adquiridas pela internet (AQUI) ou nas subseções da OAB-SP.

Para verificar o dia em que a campanha estará na sua cidade, bem como o horário e o local da vacinação, clique AQUI. Em algumas das cidades onde a vacinação se estenderá durante o dia todo, haverá intervalo para almoço da equipe. O setor de Promoção à Saúde da CAASP orienta o usuário e se informar a respeito junto à respectiva subseção. Neste ano, em 22 cidades a Campanha contra Gripe será realizada também em endereços de clínicas particulares de vacinação, além da Regional da CAASP.

O público-alvo são advogados, estagiários e seus dependentes diretos – estes, desde que devidamente cadastrados na Caixa de Assistência. O preço será o mesmo para todos: R$ 65,00, valor equivalente a um terço do que se cobra em média nas clínicas particulares de vacinação. Os advogados com mais de 65 anos poderão se vacinar gratuitamente. Será aplicada a vacina quadrivalente, que imuniza contra gripes sazonais e H1N1.

“A vacina é indispensável para que não sejamos surpreendidos pela gripe, uma doença que prejudica a rotina de trabalho e pode trazer consequências graves”, concita o presidente da CAASP, Braz Martins Neto. “A Caixa continua a privilegiar a medicina preventiva, subsidiando ações como esta, que são na verdade a forma mais barata e eficaz de se cuidar da saúde”, salienta o vice-presidente da entidade, Arnor Gomes da Silva Júnior.

Em 2017, 32.427 pessoas foram vacinadas durante a campanha da CAASP. “Mais uma vez vamos realizar um intenso trabalho de divulgação, para alcançarmos um número ainda maior de colegas em todo o Estado”, antecipa o diretor Jairo Haber.

A vacina contra gripe não pode ser administrada em indivíduos com histórico de reação alérgica a componentes do ovo, timerosal (Merthiolate), neomicina e em estado febril. Passada a fase da febre, a vacina pode ser aplicada normalmente. Nas primeiras 48 horas após a aplicação, podem surgir reações locais como dor leve, vermelhidão ou endurecimento no local da aplicação e, na pior das hipóteses, febre baixa. O início da proteção dá-se entre o décimo e o décimo-quarto dia após a aplicação.

A gripe é uma doença altamente contagiosa, transmitida por gotículas respiratórias que facilmente se disseminam no meio ambiente, ações simples como lavar as mãos e evitar tocar boca e nariz podem evitar contaminação com o vírus influenza. Como muitas vezes não se pode evitar o contato com pessoas infectadas, a solução mais eficaz é tomar a vacina, indicada pela OMS (Organização Mundial de Saúde) como maneira efetiva de se prevenir contra a doença, que pode mudar a rotina de vida do paciente e determinar a ausência ao trabalho.

“Mesmo a gripe comum, e não apenas a H1N1, chamada de gripe suína, apresenta alguma taxa de mortalidade”, alerta Sizenando Ernesto de Lima Júnior, consultor- médico da CAASP.

 


+ Mais Notícias