Notícia: CAASP engaja-se em campanha contra o tráfico de pessoas

Segunda-Feira, 10 de Julho de 2017

CAASP engaja-se em campanha contra o tráfico de pessoas

De 24 a 31 de julho a fachada da sede da CAASP estará iluminada de azul. A entidade engaja-se pela segunda vez na campanha internacional Coração Azul, cuja finalidade é combater o tráfico de pessoas. Os números desse crime no Brasil são alarmantes: pelos dados oficiais, de 2005 a 2011 foram investigadas 514 denúncias. Do total de inquéritos, dois terços – 344 – relacionam-se com trabalho escravo, outros 157 referem-se a tráfico internacional e 13 dizem respeito a tráfico interno de pessoas. A ação do Estado brasileiro resultou no indiciamento de 381 suspeitos e na prisão de 158 pessoas.

A campanha Coração Azul é capitaneada pelo United Nations Office on Drugs and Crime – UNODC, o escritório das Nações Unidas para drogas e crimes. Em 2013, quando o movimento foi lançado no Brasil, Yury Fedotov, diretor-executivo do UNODC, declarou: “Nenhum país consegue escapar desse crime terrível que viola diretamente os mais fundamentais direitos humanos. O tráfico de pessoas pode acontecer no seu país, na sua cidade, na sua rua, até mesmo na sua própria casa. É exatamente por isso que foi criada a campanha Coração Azul, para conscientizar as pessoas em nível mundial sobre esse problema que está ao nosso redor. Portanto, todas as nações têm a responsabilidade de confrontar o tráfico de pessoas”.

O governo brasileiro disponibiliza uma rede de núcleos e postos de combate ao tráfico de pessoas, além da rede consular no exterior e dos serviços Disque 100, da Secretaria de Direitos Humanos, e Ligue 180, da Secretaria de Políticas para as Mulheres. É possível comunicar-se com a Coordenação de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas do Ministério da Justiça pelo e-mail de informação traficodepessoas@mj.gov.br ou pelo e-mail de denúncia da Polícia Federal urtp.ddh@dpf.gov.br. A campanha Coração Azul também pode ser acompanhada pelo Facebook, o Twitter e o Youtube.

O texto a seguir, que está publicado na página da campanha Coração Azul no site da UNODC (www.unodc.org), explica o movimento que a cada ano avoluma-se pelo apoio de instituições e cidadãos do mundo inteiro:

O Coração Azul representa a tristeza das vítimas do tráfico de pessoas e nos lembra da insensibilidade daqueles que compram e vendem outros seres humanos. O uso da cor azul das Nações Unidas também demonstra o compromisso da Organização com a luta contra esse crime que atenta contra a dignidade humana.

Da mesma forma que a fita vermelha se tornou o símbolo internacional da conscientização sobre o HIV/aids, esta campanha busca fazer do Coração Azul o símbolo internacional da luta contra o tráfico de pessoas. "Vestindo" o Coração Azul, você ajuda a conscientizar sobre o tráfico de pessoas e adere à campanha para lutar contra esse crime.

Ao seguir o Coração Azul você pode mudar a sua foto do perfil no Facebook, conectar-se por meio do Twitter ou assistir a vídeos sobre o tráfico de pessoas no YouTube. Participe e apoie virtualmente a campanha Coração Azul.


+ Mais Notícias