O que é processo eletrônico?

É o processo em que todas as peças processuais (petições, certidões, despachos, etc.) são virtuais, ou seja, foram digitalizadas em arquivos para visualização por meio eletrônico. No processo eletrônico, portanto, não há utilização de papel. Neste caso, diz-se que os autos do processo estão digitalizados.

Fonte: Publicações do Supremo Tribunal de Justiça

O que muda para o advogado com o processo eletrônico?

O processo eletrônico permite ao advogado visualizar peças processuais e fazer peticionamentos diretamente do escritório, por meio da internet. O processo eletrônico permite peticionar em horário diferenciado, acompanhar o recebimento da petição e ter a segurança de que os dados foram transmitidos sem falhas ou incorreções.

Fonte: Publicações do Supremo Tribunal de Justiça



O que é peticionamento eletrônico?

Recurso disponibilizado somente para os processos digitais (Lei nº 11.419 de 19/12/2006), o qual possibilita que a petição seja protocolada e enviada por meio eletrônico diretamente ao distribuidor competente ou à Vara em que tramita o processo.

Fonte: Tribunal de Justiça de São Paulo - Peticionamento Eletrônico



O que é assinatura digital?

A assinatura digital é uma tecnologia que permite dar garantia de integridade a autenticidade a arquivos eletrônicos. É um conjunto de operações criptográficas aplicadas a um determinado arquivo, tendo como resultado o que se convencionou chamar de assinatura digital. A assinatura digital permite (a) comprovar que a mensagem ou arquivo não foi alterado e (b) que foi assinado pela entidade ou pessoa que possui a chave criptográfica (chave privada) utilizada na assinatura.

Fonte: Justiça Federal - Identidade Digital / Assinatura Digital

Imagem ilustrativa