.

Notícia: Advocacia de luto: morre Rubens Approbato Machado

Quinta-Feira, 17 de Novembro de 2016

Advocacia de luto: morre Rubens Approbato Machado

Com extremo pesar, a CAASP comunica o falecimento, aos 83 anos, de Rubens Approbato Machado, presidente da OAB-SP de 1998 a 2000 e do Conselho Federal da OAB de 2001 a 2003. O velório acontece no Cemitério Gethsêmani (Praça da Ressureição, 1, Morumbi) desde as 10h desta quinta-feira (17), onde também ocorrerá o sepultamento, às 16h. O Conselho Federal e a Seção de São Paulo da OAB decretaram luto oficial de três dias.

Líder inconteste da advocacia nacional, Approbato notabilizou-se pela defesa enfática do exercício profissional, dos direitos e prerrogativas dos advogados. Assim ele afirmou em entrevista à Revista da CAASP, em 2012, a respeito de invasões de escritórios que aconteciam à época: “No meu escritório, podem entrar. Mas, se quiserem levar um papel que seja, terão de me levar junto. E morto”.

“A advocacia sofreu uma grande perda. Rubens Approbato Machado estará sempre presente conosco como aquele que representou com altivez a profissão. Ele não morreu – tornou-se imortal”, disse Braz Martins Neto, presidente da CAASP.

Marcos da Costa, presidente da OAB SP, lembrou que Approbato "foi um exemplo de dirigente de Ordem. Dedicado, corajoso, defensor das causas republicanas. Um apaixonado pela advocacia e pela justiça. Um marido e pai exemplar. Um exemplo de brasileiro. Fará muita falta para todos nós”.

O presidente do Conselho Federal da OAB, Cláudio Lamachia, disse que "o Brasil perde um grande homem. Nossos sentimentos pela irreparável perda deste grande brasileiro, destacado defensor da advocacia e da cidadania e exemplo a ser seguido por todos nós".

Formado pela Faculdade de Direito do Largo de São Francisco (turma de 1956), Approbato dedicou 60 anos de sua vida à advocacia. Ocupou diversas funções na Ordem, no Executivo e no Judiciário. Além de presidir o Conselho federal e a Secional paulista, foi diretor da Escola Superior da Advocacia (ESA), secretário da Justiça do Estado de São Paulo; vice-presidente da Federação Paulista de Futebol e presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).


+ Mais Notícias