.

Notícia: Lançado Selo Comemorativo dos 80 Anos da Caixa de Assistência

Segunda-Feira, 24 de Outubro de 2016

Lançado Selo Comemorativo dos 80 Anos da Caixa de Assistência

A Caixa de Assistência dos Advogados de São Paulo lançou durante o XXXVII Colégio de Presidentes de Subseções da OAB-SP o Selo Postal Comemorativo dos seus 80 anos. A iniciativa que registra a efeméride abriu o painel “Retrospectiva e Atualidades dos 80 Anos da CAASP”, no segundo dia do evento, 21 de outubro. Ao lado do presidente da Caixa de Assistência, Braz Martins Neto, estavam o presidente da OAB-SP, Marcos da Costa, o vice-presidente da Secional, Fábio Romeu Canton Filho, que presidiu a Caixa por duas gestões, e o presidente da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, Guilherme Campos.

Filatelista, Martins Neto relatou o surgimento do selo postal, ocorrido na Grã-Bretanha em 1840, e classificou a obliteração inaugural do Selo Comemorativo dos 80 Anos da CAASP, feita naquela hora por Marcos da Costa, como “um momento mágico”, por tudo que os serviços postais representam na história da civilização, em paralelo ao que a CAASP representa na história da advocacia.

“A CAASP é a maior demonstração de solidariedade de uma entidade de classe para com seus membros. Nenhuma outra categoria profissional conta com uma instituição como Caixa de Assistência dos Advogados a lhe dar apoio”, assinalou o presidente da OAB-SP.

“É uma honra ver uma entidade como a CAASP, presidida por um filatelista, adotar o selo postal como registro comemorativo dos seus 80 anos”, elogiou Guilherme Campos. O presidente dos Correios contou que a empresa tem 353 anos de atividades, sendo a mais antiga companhia pública do Brasil, hoje com 117 mil funcionários, em nome dos quais foi homenageada a carteira Marilene Gonçalves da Silva.

Também recebeu homenagem a designer gráfica Priscila Carlini Serodio, funcionária da CAASP que criou a imagem do Selo Postal Comemorativo (reprodução abaixo).

O diretor da Caixa Adib Kassouf Sad, que também é filatelista, assinalou: “É uma honra pertencer a esta Diretoria, sem jamais esquecer aqueles que nos precederem: a gratidão é um ato de justiça”.

Participaram da cerimônia, à mesa solene, os diretores da CAASP Arnor Gomes da Silva Júnior (vice-presidente), Rodrigo Ferreira de Souza de Figueiredo Lyra (secretário-geral), Alexandre Ogusuku (secretário-geral adjunto), Jorge Eluf Neto (diretor-tesoureiro), Célio Luiz Bitencourt, Jairo Haber e Rossano Rossi.

Retrospectiva e atualidades – Em seguida, o presidente Braz Martins Neto fez minuciosa explanação sobre os serviços prestados pela Caixa de Assistência aos advogados de todo o Estado, descrevendo, inicialmente, a evolução da entidade desde seu surgimento, em 1936, até hoje, quando se faz fisicamente presente em todas as Subseções da OAB-SP, seja por meio de sedes regionais, seja por meio de Espaços CAASP.

Benefícios pecuniários, rede médica, campanhas de saúde preventiva, a questão dos planos de saúde, odontologia, farmácias e livrarias, Clube de Serviços, esportes e lazer e comunicação foram as áreas tratadas pelo dirigente.

Martins Neto citou uma a uma as modalidades de auxílio pecuniário fornecidas pela CAASP aos advogados vítimas de infortúnio, notadamente aqueles impossibilitados de exercer profissão por problema de saúde: auxílio-creche, auxílio-educação, auxílio extraordinário, auxílio-família mensal, auxílio hospitalar, auxílio-maternidade, auxílio-medicamento, auxílio mensal, auxílio-natalidade e auxílio odontológico.

“Não podemos deixar de enaltecer o trabalho voluntário do nosso corpo de relatores, que atua nas Câmaras de Benefícios com a única finalidade de ajudar os colegas carentes de apoio. Sem esses dedicados e abnegados colegas, a CAASP não teria como cumprir seu papel assistencial”, citou o presidente.

Ao falar sobre as campanhas de saúde preventiva que a CAASP realiza anualmente, as quais são subsidiadas em 70% pela entidade, Martins Neto ateve-se um pouco mais à última edição da Campanha de Vacinação contra Gripe, cujas doses adquiridas não foram suficientes para atender por completo à demanda. Ele explicou: “A CAASP imunizou 37.800 pessoas durante Campanha de Vacinação contra Gripe 2016, entre advogados, cônjuges e dependentes. Foi um recorde em comparação com as 15 edições anteriores dessa ação preventiva. O número, entretanto, ficou aquém da demanda, problema que se mostrou insolúvel face à inexistência de doses suficientes à venda no mercado, fato que afetou igualmente a vacinação em postos da rede pública de saúde. O surto de gripe H1N1 foi determinante para a extraordinária procura. Não contávamos com a incapacidade dos laboratórios fabricantes dos biomedicamentos de suprir a necessidade do mercado. Com razão, os colegas que não puderam ser vacinados ficaram frustrados. Mas tudo isso é pedagógico: em 2017, estaremos preparados para evitar que essa situação se repita”.

Braz Martins Neto também esmiuçou a questão envolvendo os advogados conveniados com a Unimed Fesp, cujo aumento na mensalidade recentemente anunciado pela operadora, de 28,8%, está sendo contestado judicialmente pela CAASP. “Queremos que a Fesp explique para a advocacia o que é esse reajuste. Precisamos consolidar os números e verificar se eles têm consistência”, informou o presidente.

Conforme explicou Martins Neto, o setor de saúde suplementar abriga um emaranhado de procedimentos burocráticos, coberturas, carências, faixas etárias e critérios de reajuste que motivam questionamentos por parte dos clientes. No campo regulatório, a partir de 1999, tanto os planos coletivos empresariais quanto os planos coletivos por adesão devem ter seus reajustes anuais negociados entre as partes e baseados em dois fatores: inflação e sinistralidade, esta a contemplar o princípio securitário do mutualismo, ou seja, o princípio de que um grupo de pessoas ou empresas se une para suportar o prejuízo causado por um deles. Em suma, a sinistralidade é o limite de gastos da operadora sem comprometimento do seu equilíbrio financeiro.

Expansão e crise econômica - “Somos nota 10”. Assim referiu-se o presidente Braz Martins Neto aos serviços prestados nas farmácias e livrarias da CAASP, destacando que, de janeiro a outubro de 2016, mais de R$ 42 milhões foram economizados pela advocacia nessas lojas, comparados os preços nelas praticados aos preços dos varejos farmacêutico e livreiro em geral.

A economia proporcionada à advocacia nas farmácias e livrarias da Caixa de Assistência é atualizada ininterruptamente pelo Econômetro, cujos monitores estão expostos na sede e em todas as Regionais da entidade.

O presidente Braz Martins Neto esclareceu que, neste momento de crise econômica, que afeta a sociedade brasileira e, igualmente, instituições como a CAASP, a ampliação da rede de farmácias e livrarias da entidade desacelera-se, face à queda das receitas, o mesmo acontecendo com os consultórios odontológicos. “É o momento de fazermos uma reflexão, pois algumas unidades estão ociosas. Os presidentes de Subseção estão analisando a situação junto conosco”, afirmou.

De outra parte, Martins Neto enalteceu o desempenho do Departamento de Esportes e Lazer da entidade, que há 12 anos tem à frente o diretor Célio Luiz Bitencourt. Não são poucas as realizações da CAASP nessa área: quatro campeonatos de futebol - Copa Principal, Copa Master, Campeonato Estadual e Campeonato “Veteraníssimo” - 12 torneios de tênis, em cidades de diferentes regiões do Estado, torneios de voleibol masculino e feminino, torneios de xadrez, pesca esportiva e passeios ciclísticos.

O Clube de Serviços também foi abordado na explanação do presidente da Caixa de Assistência dos Advogados de São Paulo. “Na verdade, o Clube, indiretamente, amplia ao infinito o campo de atuação da CAASP, trazendo descontos e outros diferenciais à advocacia que jamais poderiam ser oferecidos pela estrutura própria da entidade. Vale citar o exemplo do convênio firmado há poucos dias com a General Motors do Brasil, que dá aos advogados bônus de até 4 mil reais na compra de carro zero em qualquer concessionária Chevrolet do país”, destacou.

Atualmente, há cerca de 3 mil empresas conveniadas com o Clube de Serviços da CAASP, entre hotéis, agências de viagem e intercâmbio, lojas de roupas, academias de ginástica, concessionárias de veículos, fabricantes de computadores, restaurantes, óticas, farmácias de manipulação e uma ampla gama na área cultural, como cursos de teatro e salas de cinema. Na frente de aprimoramento profissional, o Clube reúne desde escolas de idiomas – como União Cultural Brasil Estados Unidos, Cel Lep, Aliança Francesa, Instituto Goethe e Instituto Cervantes - até universidades, como Mackenzie, Anhembi Morumbi, Fecap e outras. Há lojas virtuais como o Magazine Luiza e a Netshoes – as mais prestigiadas do país em suas respectivas áreas.

Braz Martins Neto concluiu sua palestra descrevendo o aperfeiçoamento da CAASP no campo da comunicação. “Nossa intenção é fazer as informações sobre os serviços da Caixa chegarem aos advogados com rapidez e qualidade. Também nos esmeramos em fornecer à classe material jornalístico de interesse geral, neste caso como mais um benefício dentre tantos outros, e não como mero veículo de divulgação de nossas atividades”, explicou.

Atualmente, a estrutura de comunicação da CAASP conta com um site institucional, um site exclusivo da área de esportes, uma newsletter eletrônica semanal, oito páginas no Jornal do Advogado, o programa TV CAASP (via TV Aberta e no site da entidade), perfil no Facebook, página no jornal Tribuna do Direito e a Revista da CAASP, esta uma publicação digital bimestral de reportagens, entrevistas e artigos de interesse da advocacia.

O painel “Retrospectiva e Atualidades dos 80 anos da CAASP” foi presidido por João Milani Veiga, presidente da Subseção de Araraquara. A Secional foi representada por sua secretária-geral adjunta, Gisele Fleury Charmillot Germano de Lemos.


+ Mais Notícias